Augustinopolis-TO, domingo, 26 de setembro de 2021

Educação

Acadêmicos de Pedagogia da Faiara apresentam relatos sobre estágios supervisionados

16/05/2019 17h20 | Atualizado em: 16/05/2019 17h42

Os acadêmicos do 5° período do curso de Pedagogia da FAIARA (Faculdade Integrada de Araguatins) apresentaram nos dias 13 e 15 de Maio de 2019 seus relatos de experiências vivenciadas na disciplina de Estágio Supervisionado I sob orientação da professora Warlla Silva.

Durante as apresentações os acadêmicos se destacaram por realizarem um Estágio diferenciado nas escolas municipais de Araguatins. O desempenho e força de vontade em querer fazer o melhor proporcionaram a eles uma vivência diferenciada, pois puderam relatar e expor as dificuldades enfrentadas, a boa relação com as crianças, com a equipe escolar, bem como realizaram atividades lúdicas que despertaram o interesse dos pequenos. No encerramento das apresentações a professora Warlla Silva recebeu os relatórios, em seguida se emocionou com a superação de muitos alunos durante cada apresentação.

“Estou emocionada e realizada com essa turma, eles me motivam a continuar exercendo de maneira crítica e reflexiva este ofício tão desafiador que é ensinar. Parabéns acadêmicos vocês farão a diferença na educação do nosso país”. Frisou Warlla Silva.





Para a professora, trabalhar na disciplina de Estágio Supervisionado I com essa turma foi muito gratificante, pois os acadêmicos conseguiram aplicar na prática tudo que estudaram nas aulas teóricas da Faculdade. A acadêmica Nelquiane ressalta que a disciplina foi de grande importância, “É uma oportunidade de associar o que temos em sala com a realidade da educação infantil, afinal é através dos estágios que descobrimos que temos potencial para realizar muitas coisas, com certeza esse estágio foi de suma importância para todos nós” comentou.

“Nos acadêmicos agradecemos a professora Warlla pelos ensinamentos, sem dúvida alguma, foi um presente essa disciplina, pois através dela conhecemos o lado bom de muitas pessoas, e aprendemos a amá-las pelo simples fato de praticarem a empatia de se importarem com o próximo”. Finalizou a aluna Ioleide



Deixe seu comentário